Recibos Verdes e Retenção na fonte IRS

Foram introduzidas alterações à Retenção na Fonte de IRS para os Recibos Verdes com a revogação do Decreto-Lei n.º 42/91, de 22 de Janeiro. A AT nos últimos meses tem vindo a notificar os contribuintes que não estão a efectuar de forma correcta a retenção na fonte quando esta é devida. Este artigo visa esclarecer todas as dúvidas relacionadas com a retenção na fonte e os casos possíveis de dispensa.

Retenção na fonte e Isenção do IVA pelo art. 53 do CIVA

Quando o sujeito passivo está na situação de Isenção de IVA por força do art. 53 do CIVA, volume de negócios anual inferior a 10.000€, pode por opção dispensar a retenção na fonte de IRS. (Anterior Decreto-Lei n.º 42/91, de 22 de Janeiro.)

  • Opta pela Dispensa de Retenção
    • Coloca na Factura-Recibo a opção Dispensa de retenção – Art.101-B, nº1, al. a) e b) do CIRS.
  • Opta por fazer Retenção
    • Na Base de Incidência de IRS coloca Sobre 100%, nºs 1 e 9 do CIRS, quando o adquirente dos serviços tem contabilidade organizada.
    • Na Base de Incidência de IRS coloca Sem retenção Art. 101º, nº do CIRS, quando o adquirente é particular ou não tem contabilidade organizada.

Retenção na fonte e Isenção pelo Art. 9 do CIVA, e VN inferior a 10.000€

Quando o sujeito passivo está na situação de Isenção de IVA por força do artigo 9 do CIVA, que é o caso dos prestadores de serviços de saúde, médicos, enfermeiros… e serviços de educação ou formação, professores, formadores acreditados.

  • Opta pela Dispensa de Retenção
    • Coloca na Factura-Recibo a opção Dispensa de retenção – Art.101-B, nº1, al. a) e b) do CIRS.
  • Opta por fazer Retenção
    • Na Base de Incidência de IRS coloca:
      • Sobre 100%, nºs 1 e 9 do CIRS, quando o adquirente dos serviços tem contabilidade organizada.
      • Sobre 50% Art. 101-D, nº1 do CIRS, quando o sujeito passivo é médico de patologia clínica, médico radiologista ou farmacêutico analista clínico
      • Sobre 25%  Art. 101-D, nº3 do CIRS, quando o sujeito passivo é deficiente com um grau de invalidez permanente igual ou superior a 60 %.
    • Na Base de Incidência de IRS coloca Sem retenção Art. 101º, nº do CIRS, quando o adquirente é particular ou não tem contabilidade organizada.

Aceda também à informação sobre tudo o que precisa de saber em 2017 sobre Recibos Verdes.

Tem dúvidas na Entrega de IRS 2017, solicite os nossos serviços.

Colocar email

Talvez também goste de...

286 Respostas

  1. Maria diz:

    bom dia Sr. Carlos, a entrega do valor da retenção na fonte é feito pela empresa adquirente de serviços? Muito obrigada

  2. correio5000@gmail.com diz:

    Boa Tarde Sr.Carlos, quem passa recibos com retenção e iva pode variar com a retenção entre as empresas? ou seja, passar com retenção – empresas com contabilidade organizada e sem retenção – empresas sem contab.organizada e/ou particulares. estou certa? muito obrigada

  3. Bruno diz:

    Bom dia,
    Tenho o CIRS 1519, e tenho dúvidas quanto às deduções no IVA que posso realizar.

    Gostaria que me confirmasse e ajudasse com mais informação, caso necessário. Ou seja, eu posso deduzir 50% do valor do IVA no Gasóleo, 100% em Telecomunicações e 100% em equipamento informático e/ ou artigos de papelaria.

    Existe mais alguma dedução que eu possa fazer? tais como manutenção de veiculos, etc?

    Obrigado.

  4. Mia diz:

    Boa noite…
    Me chegou a senha … ainda não dei início a atividade… trabalho a fazer limpezas e arrumações .. no regime dos 10.000 …. qual o CAE que vou usar? Depois como funciona as facturas é mensal ou trimestral ?
    Agradeço pela atenção

  5. Soraia diz:

    Boa noite,

    Sou trabalhadora independente, trabalhando como professora, sendo que neste ano não sei se irei ultrapassar os 10.000€ de rendimento. Terei de fazer retenção na fonte? Ou continuarei isenta, visto que ano passado não atingi os 10.000€?

    Obrigada

    • Boa noite, em caso de passar os VN de 10.000€ fica enquadrada no regime normal de IVA e efectua retenção na fonte de IRS quando os adquirentes do serviço tenham contabilidade organizada.

      • Soraia diz:

        Obrigada pela informação e atenção disponibilidade. Portanto terei de pagar mensalmente 23% do vencimento mensal? Terei de entregar ainda uma declaração periódica certo? Obrigada

        • Boa tarde. Sim, 1º entrega a declaração de alterações de actividade, 2º a prestação de serviço fica sujeita à taxa normal de IVA, 3º periodicamente entrega a declaração de IVA.

          • Soraia diz:

            Dirigi -me as finanças e informaram-me que no mês que ultrapassasse os 10.000 euros deveria fazer retenção na fonte e que em janeiro de 2018 teria de ir as finanças entregar a declaração de alteração de atividade e que a partir desse momento teria de cobrar IVA trimestralmente. Está correto? Fiquei confusa sobre isso.

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE