Programa Empreende Já – Apoios para Jovens desempregados 695€ bolsa mensal

O programa Empreende Já prevê medidas de apoio ao empreendedorismo através do apoio ao próprio emprego e micro negócios, candidaturas até 6 de março de 2017. (act. em 23/02/2017)

O programa destina-se essencialmente a estimular uma cultura empreendedora, centrada na criatividade e na inovação, e a apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas e de entidades da economia social, bem como a criação de postos de trabalho, por e para jovens até os 29 anos de idade.

1 – Quem pode candidatar-se ao programa Empreende Já?

Todos os jovens que reúnam, à data de candidatura, os seguintes requisitos:

a) Tenham idade compreendida entre os 18 e os 29 anos;

b) Tenham residência em Portugal Continental;

c) Tenham completado a escolaridade obrigatória, de acordo com a legislação aplicável;

d) Sejam considerados, face às regras comunitárias, como NEETs (Neither in Employment nor in Education or Training), que se define como aqueles que não trabalham, não estudam e não se encontram em formação;

e) Tenham a situação contributiva e tributária regularizada perante, respectivamente, a administração fiscal e a segurança social;

f) Estejam inscritos nos serviços de emprego;

g) Não se encontrem a beneficiar de apoios concedidos ao abrigo de outras medidas previstas no Plano Nacional de Implementação de uma Garantia para a Juventude, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 104/2013, de 31 de Dezembro.

2 – Tipo de Acções apoiadas

  • Acção 1 – Apoio ao desenvolvimento de projectos com vista à criação de empresas e de entidades da economia social, com base em ideias próprias ou disponibilizadas através da Rede de Fomento de Negócios;
  • Acção 2 – Apoio à sustentabilidade de entidades e de postos de trabalho criados ao abrigo do Programa, resultante de projectos desenvolvidos na acção 1.

3 – Apoios do Programa Empreende Já

Para quem cria empresas e entidades de economia social, os jovens empreendedores têm direito a:

a) Bolsa mensal durante 6 meses no valor de 695,18€, destinada à elaboração de projectos com vista à constituição de empresas ou de entidades da economia social;

b) Seguro de acidentes pessoais, a contratar pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P.;

c) Formação com a duração máxima de 250 horas; (frequência obrigatória)

d) Apoio técnico na elaboração e sustentabilidade do projecto de constituição de empresas ou de entidades de economia social, até um máximo de 30 horas.

Os jovens empreendedores têm direito a receber um montante de 10.000 €, por projecto, destinado ao arranque de empresas ou de entidades da economia social e à criação dos respectivos postos de trabalho.

O apoio de 10.000€ é exclusivamente para os projectos que criam empresas e entidades de economia social  e tem de ser seleccionados mediante a avaliação de acordo com o regime de regulamento específico ainda a fixar por portaria.

Os apoios financeiros concedidos no âmbito do Programa não são cumuláveis com quaisquer outros que revistam a mesma natureza e finalidade.

O IPDJ, I. P., é o organismo da administração pública responsável pela promoção, gestão e execução do Programa.

Passe a palavra, partilhe nas redes sociais e no seu blog este artigo.

Colocar email

 

Talvez também goste de...

5 Respostas

  1. Claudia almeida diz:

    Como posso saber mais

  2. Patricia Alves diz:

    Como posso saber mais informações?! E atravez do IEFP?! ObrigadA

  3. Maria Figueiredio diz:

    Gostaria de tentar mas tenho algum receio de não ser bem como penso ser.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE