2 objectivos de GESTÃO

O gestor de forma a garantir a continuidade e crescimento da empresa deverá focar-se essencialmente em 2 objectivos. 

O primeiro grande objectivo de gestão é aumento da receita, o segundo é a diminuição da despesa. O Gestor que viva despreocupado com estes 2 objectivos está a condenar a continuidade do negócio / empresa. 

Em mercados e economias em dificuldades, aumentar a receita tem de passar principalmente numa primeira fase por uma análise à receita existente:

  1. saber quais são os produtos principais ou serviços que garantem as vendas e acrescentam valor;
  2. quais são os níveis de rentabilidade individualizados por produtos ou serviços.

Objectivo de Gestão – Aumentar a Receita

Algumas empresas canalizam os principais recursos em produtos ou serviços que não estão ao nível mínimo de rentabilidade para a continuidade da empresa, este é um trabalho que tem de ser feito e para isso as empresas recorrem a técnicos especializados para identificar e apresentar a solução para o problema.

Depois de identificar os produtos e serviços rentáveis:

    • focar os recursos nos produtos ou serviços que se encontram acima do padrão de rentabilidade mínima aceitável;
    • descontinuar os produtos ou serviços que estão a afectar negativamente a rentabilidade da empresa;
    • aumentar o número de clientes, deverá ser analisado também qual o custo de conseguir um novo cliente, e qual o retorno espectável desse novo cliente;
    • aumentar o valor médio de facturação por cliente, este é um ponto essencial porque traz menos custos às empresas, e é uma grande vantagem porque existe à priori informação sobre quais são os clientes com interesse para a empresa, em aumentar a oferta de produtos ou serviços.

Objectivo de gestão – Diminuição de custos

a questão dos custos incorridos nas empresas deve ser encarada de uma forma tão importante quanto o aumento das vendas. Na maior parte das empresas, o empresário passa mais tempo preocupado com o aumento das receitas e esquece que uma má gestão de recursos e custos não controlados pode colocar uma empresa  na falência.

Eliminar Custos Estúpidos

É frequente encontrar nas empresas os chamados custos estúpidos, este é um termo que utilizo quando encontro nas empresas custos relacionados com coimas, multas, custos relacionados com contratos descontextualizados com a realidade da empresa, e FSE não controlados. Para eliminar estes custos estúpidos aconselho a ler o artigo Como implementar sistema de organização na empresa.

Reduzir custos de financiamentos,

os gestores devem preocupar-se em renegociar as condições e custos de financiamentos com os bancos.

Há uma forte exposição ao crédito por parte das empresas portuguesas e na maioria é prejudicial para o seu desempenho, como já foi abordado no artigo a armadilha do recurso ao crédito nas empresas.

Caso tenha dificuldade em fazer o levantamento de informação, corrigir custos ou aumentar rentabilidade na sua empresa, solicite orçamento online.

Partilhe informação útil.

Receba novos Artigos no seu email

Colocar email

Se gostou, partilhe nas redes sociais!

1 Response

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.