Financiamentos a Fundo Perdido para Empresas

Os financiamentos a fundo perdido

São medidas de apoio às empresas quando existem indícios de baixa económica.

Por norma o estado através de fundos comunitários prepara um conjunto de medidas que aumentem a iniciativa privada, criação de postos de trabalho, criação de empresas, e aumento da capacidade produtiva e organizativa das empresas.

Apoios à contratação

De momento existe apoio financeiro a fundo perdido indexado ao IAS (419,22€) ou à retribuição mensal do funcionário, em conjunto o reembolso das contribuições da responsabilidade da entidade patronal.

Um destes apoios financeiros é o programa Estímulo Emprego IEFP, que se traduz no reembolso de uma quantia de:

  • 80% do Indexante dos Apoios Sociais (IAS*) multiplicado por metade do número inteiro de meses de duração do contrato de trabalho a termo certo, não podendo ultrapassar o valor de 80% do IAS x 6 (incentivo não reembolsável 2.012€)

  • 110% do IAS x 12, no caso de contratos de trabalho sem termo (incentivo não reembolsável 5.533€)

  • 100% o valor do IAS multiplicado por metade do número inteiro de meses de duração do contrato, até ao limite de 6 IAS, no caso de contratação de desempregado que se encontre em situações especificas impostas pelo IEFP (incentivo não reembolsável 2.515€)

Outro apoio é o programa Estágios Emprego do IEFP, dá um apoio financeiro a fundo perdido de uma bolsa indexada ao Indexante dos Apoios Sociais (IAS/419,22€), e tem a duração de 9 meses tendo em vista promover a inserção de jovens entre 18 e 30 anos no mercado de trabalho ou a reconversão profissional de desempregados:

  • Apoio financeiro a fundo perdido da bolsa de estágio que pode ir desde 375,27€ até 698,07€ por mês, durante 9 meses (incentivo não reembolsável entre 3.377 a 6.282€).

  • Reembolso de subsidio de alimentação 4,27€/dia.

  • Reembolso do valor de seguro de trabalho.

Apoios à agricultura – PDR 2020

Os apoios a fundo perdido para investimentos na exploração agrícola, no âmbito do programa de desenvolvimento rural 2014-2020, em que as candidaturas podem ser submetidas até 31 de Março de 2016, tem por objectivo e prioridades o reforço da viabilidade de explorações agrícolas, promovendo a inovação, formação, redimensionamento e capacidade organizacional das empresas:

  1. Instalação de Sistemas Agroflorestais (1º Anúncio)
  2. Florestação de Terras Agrícolas e não Agrícolas (1º Anúncio)
  3. Investimentos Não Produtivos (1º Anúncio)

Os apoios são sobre a forma não reembolsável até ao limite de 2 milhões por beneficiário e um incentivo reembolsável no que exceder o montante de apoio não reembolsável, até um limite máximo de 2 milhões de euros, para projectos de valor superior a 25.000€

Partilhe informação útil.

Colocar email

Talvez também goste de...

10 Respostas

  1. Elsa Velhinho diz:

    Boa noite eu comprei um imóvel e agora pretendo fazer alojamento local gostaria de saber a quais os fundos a que me posso candidatar ,já comecei a fazer as obras mas ainda preciso de adquirir imensas coisas para o negócio,ainda não abri empresa existem também apois para contratar empregados?obrigada

  2. antonia diz:

    Boa tarde. existe algum apoio para aquisição de imoveis ?

  3. Eu iniciei a minha actividade como pessoa colectiva de venda produtos regionais como queijos, enchidos, azeite etc… tenho uma loja Virtual e quero fazer distribuição e abrir uma loja física. Qual é o apoio indicado e a quem posso dirigir?
    Ja bati a várias portas mas não me dizem nada em concreto.

    • Boa tarde. O programa Portugal2020 abrange várias áreas económicas com diferentes apoios, para as suas questões é necessário saber qual o apoio pretendido? Para contratação de pessoal? Formação? Fundo Maneio?

  4. Vasco diz:

    Bom dia,
    Gostava de saber mais sobre estes apoios.
    Qual o valor máximo do apoio?
    Que empresas se podem candidatar?

    Obrigado

    • Boa tarde, conforme é descrito no post alguns apoios tem limites, e condicionantes de acordo com os requisitos preenchidos pelo promotor, portanto, os valores de apoios variam consoante uma série de requisitos. Qualquer empresa que esteja em actividade, e não tenha dívidas à segurança social e à AT, pode submeter candidatura aos programas disponíveis.

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE