Excel para cálculo do valor a receber das Férias

O Excel é uma óptima ferramenta para o cálculo do valor a receber das Férias. Para saber exactamente o valor de Férias a receber, teremos de considerar as remunerações auferidas pelo o trabalhar como se estivesse em trabalho efectivo. Nos casos em que existe retribuições especificas como a isenção de horário, trabalho nocturno, trabalho por turno, prémios, entre outros, estas também fazem parte do valor a receber em Férias. (última actualização 20/06/2016)

Cálculo do valor das Férias no ano de Admissão.

No ano de admissão o trabalhador tem direito a 2 dias por cada mês de trabalho efectivo até 20 dias, a gozar após passarem 6 meses de trabalho. No caso de o ano civil terminar antes dos 6 meses, o trabalhador terá de gozar férias até 30 de Junho no ano seguinte à admissão, e no máximo terá direito a 30 dias nesse ano.

Nos casos de Contratos com duração inferior a 6 meses

O trabalhador tem direito a 2 dias de férias por cada mês completo, e são gozadas antes da cessação do contrato de trabalho, a não ser que haja  acordo entre a entidade patronal e o trabalhar para serem gozados depois de cessação do contrato.

Ano de gozo das férias

O direito a Férias vence-se no dia 1 de Janeiro de cada ano referente ao ano anterior, já vimos as situações de Férias no ano de admissão e de contratos inferiores a 6 meses que têm um tratamento especial. Para as restantes situações as férias são gozadas no ano em que se vencem, ou seja, os trabalhadores com direito a Férias em 1 de Janeiro de 2016, terá de gozar Férias em 2016, no entanto existe uma excepção em que podem ser gozadas até 30 de Abril do ano seguinte, desde que haja acordo entre as partes.

Calculo das Férias no Ano de Cessação de contrato

No ano em que cessa o contrato de trabalho o trabalhador tem direito a receber Férias e Subsidio de Férias, correspondente a férias vencidas e não gozadas, e os proporcionais ao tempo de serviço no ano da cessação. exemplo: Trabalhador admitido em 2015, cessa contrato em 31 Maio de 2016, terá direito a Férias e Subsidio de Férias do ano de 2015, mais os proporcionais referentes aos 5 meses trabalhados em 2016.

Outras considerações importantes

Caso o empregador não permita o gozo das férias, o trabalhador tem direito a compensação triplicada, e estas devem ser gozadas até 30 de Abril do ano civil seguinte.

Durante as férias o trabalhador não pode exercer outra actividade remunerada, caso isso aconteça, o empregador pode reaver o subsidio de férias e férias pagas, e interpor um processo disciplinar ao trabalhador.

A entidade patronal escolhe metade do período de Férias que deverá estar compreendido entre 1 de Maio e 31 de Outubro, a parte restante deverá ser escolhida pelo trabalhador.

SIMULADOR DE FÉRIAS

Colocar email

Talvez também goste de...

38 Respostas

  1. Ana marques diz:

    Boa tarde.

    Gostaria de saber se me pode ajudar.
    Assinei contrato de 6 meses no dia 26-7-16 e recebi agora a carta de não renovação. A minha remuneração ´e 530 € e subsidio de alimentação 4.27 por dia.
    Disseram que tinha que gozar as ferias pelo que estou de ferias ( 12 dias).
    Gostava de saber quais os meus direitos ou seja o que tenho que receber.
    Obrigada pela ajuda
    Ana

  2. Joao Trindade diz:

    Bom Dia
    Trabalho ha 5 anos num regime de remuneração fixa e uma parte variável em comissões de vendas e prémios. No entanto recebo subsidio de férias e de natal apenas sobre o vencimento fixo. É assim que deve ser ou a parte variável deveria ser incluída neste subsídio sobre a forma de média anual?

  3. clemente diz:

    Boa noite trabalho a um ano e 4 mês com o bruto de 3,000 mil quanto receberia de férias ?

  4. Daniela diz:

    Boa noite Tenho 4 meses de trabalho e deram me férias durante 2 semanas o meu ordenado base é 600 € quanto irei ganhar este mes?

  5. Pedro diz:

    Bom dia. Iniciei contrato a 1 de Junho de 2016 com salário bruto de 780€. A 1 de Dezembro de 2016 faço 6 meses de contrato. Ainda durante o período de 2016 tenho direito a subsídio de férias e natal? Obrigado

  6. JOÃO JOAQUIM diz:

    como saber o valor a receber se o vencimento tem fixo mais variavel?, como se calcula o valor dia. o meu vct base é de 528, mas a média é 1200. como recebo as ferias não gozadas?
    Obrigado

  7. Pedro Miguel Teixeira Monteiro diz:

    Boa tarde

    Um trabalhador iniciou o contrato a termo certo de seis meses em 2016/02/01, no entanto em Agosto vai renovar por mais 6 meses.
    Relativamente ao processamento do subsidio de férias, agora no mês de Julho como deve ser feito?
    Tendo por base que o contrato vai vigorar por mais 6 meses.

  8. Licinio Carlos Mendes diz:

    Peço desculpa mas a minha questão foi incompleta.Queria dizer que durante todo o ano de 2015, o meu vencimento era 1130 euros mensais.No mês de junho (exactamente este mês) sofreu uma redução para 753euros,valor este pago pela entidade multiplicado por dois,ou seja entrou com este novo valor para o pagamento do subsidio.Pergunto:está correto?

  9. Amarilis diz:

    Bom dia,
    Pode por favor indicar-me onde no CT refere que a entidade patronal pode marcar metade do período de férias do trabalhador? Analisei o ponto 3, Artigo 241º e não refere metade.
    Obrigada
    AV

    • Boa tarde. Marcação do período de férias: O período de férias é marcado por acordo entre empregador e trabalhador, na falta de acordo, o empregador marca as férias, que não podem ter início em dia de descanso semanal do trabalhador, ouvindo para o efeito a comissão de trabalhadores ou, na sua falta, a comissão intersindical ou a comissão sindical representativa do trabalhador interessado.

      • Mazars diz:

        Boa tarde,
        Salvo erro penso que a pergunta não foi respondida. Também não vejo em lado nenhum que a entidade patronal escolhe metade e o trabalhador outra metade.

        Obrigado

  10. Ricardo diz:

    Bom dia. Existe outra forma de contacto para esclarecer dúvidas pois tenho algumas a nível do meu contrato. Obrigado

  11. Susana Azevedo diz:

    Bom dia. Assinei contrato a 13 de outubro de 2014. Gostava de saber,quantos dias de ferias tenho direito e o valor do subsidio de ferias. O ordenado base sao 540€. Obrigada

  12. Isabel Louro diz:

    Bom dia. Comecei a trabalhar em 12/11/2015, tendo ficado efectiva logo desde esse momento. Quantos dias de férias tenho direito a gozar em 2015? Qual o valor do subsídio de férias que deve ser pago? O valor por inteiro ou apenas proporcional aos meses que trabalhei em 2014? Obrigado

    • Bom dia, salvo conteúdo em contrário no contrato de trabalho, terá direito a 2 dias por referência ao ano de 2014, mais 2 dias por cada mês completo de trabalho em 2015 que podem ser gozados e pagos depois de 6 meses.

  13. Cristiana Neves diz:

    Bom dia, comecei a trabalhar em junho de 2014 com um salario base de 675 €.
    Este ano tenho direito ao subsidio de ferias do ano 2014 mais o deste ano de 2015? Quanto tenho de receber?

  14. Sandra sousa diz:

    Estou a trabalhar na empresa desde 15 de janeiro de 2015 em part time de 5 horas diárias com um contrato sem termo e auferindo 400€ líquidos
    Pretendo saber quantos dias de férias tenho direito e o valor do subsídio de férias que devo receber
    Atentamente
    Sandra Sousa

    O

    • Boa noite, tem direito a dois dias úteis de férias por cada mês de duração do contrato até 20 dias. Até 31/12/2015 tem direito a 20 dias, ou 2 dias por mês de trabalho que pode gozar ao fim de 6 meses de trabalho.

  15. Ausenda Pinto Afonso diz:

    Bom dia, quantos dias de férias tem direito um colaborador que foi admitido a 01.06.2013, e gozou as férias de 2013 vencidas em 2014.

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE