Emprego Jovem Activo

Retomou no dia 1 de Janeiro a medida de Emprego Jovem Activo 2016 medida financiada pelo Portugal 2020 para Jovens com idades entre 18 e 29 anos. Fique atento e saiba como candidatar-se..

Emprego Jovem Activo

É uma medida financiada pelo IEFP e pelo Portugal 2020 com o objectivo de:

  • Promover a integração socioprofissional de jovens, através do desenvolvimento de actividades que lhes permitam adquirir competências sociais e relacionais, transversais ou específicas.
  • Promover o desenvolvimento e integração profissional de jovens não detentores da escolaridade obrigatória e em situação de desfavorecimento em matéria de qualificações, tendo em vista favorecer posteriores processos de qualificação escolar e profissional e melhoria das condições de empregabilidade

Destinatários do Emprego Jovem 2016

Os destinatários são jovens com idade compreendidas entre os 18 e os 29 anos, que estejam inscritos IEFP, e que se encontrem numa das seguintes situações:

  • Não possuam a escolaridade obrigatória e se encontrem em particular situação de desfavorecimento face ao mercado de trabalho, nomeadamente porque abandonaram a escola ou não concluíram o 3º ciclo do ensino básico
  • Detentores de uma qualificação de nível 6 ou superior do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), ou seja, detentores, no mínimo, de licenciatura.

Apoio financeiro aos Jovens

  • Bolsa mensal, cujo valor é o seguinte:
    • 70% do IAS* (293,45€) – para  os jovens desfavorecidos em matéria de qualificações e empregabilidade
    • 1,3 IAS (544,99€) – para os jovens mais qualificados
  • Refeição ou subsídio de alimentação 4,27€/dia
  • Seguro de acidentes pessoais
  • Contrato de integração, reduzido a escrito, de acordo com modelo definido pelo IEFP
  • Certificado comprovativo de frequência e avaliação final, de acordo com modelo definido pelo IEFP

Entidades promotoras

Pessoas colectivas de natureza jurídica pública ou privada, com ou sem fins lucrativos. A entidade (empresa) deve apresentar um projecto integrado que contemple, designadamente:

  • Descrição das actividades a desenvolver por cada um dos destinatários
  • A justificação da relevância da actividade para a integração dos destinatários, que não pode consistir no preenchimento de postos de trabalho
  • Um plano de inserção para cada uma das tipologias de destinatários
  • Um orientador responsável pelo acompanhamento dos destinatários

Se está a pensar em criar o seu próprio emprego ou constituir a sua empresa saiba que há Financiamento a Fundo Perdido para Empresas,  e programas para Apoio para Jovens Empreendedores. Apresentamos todos os passos necessários à criação de empresa no artigo Como Criar uma Empresa.

Se tem mais de 31 anos e procura uma oportunidade na realização de estágio, pode candidatar-se ao Programa Reativar.


Colocar email

Talvez também goste de...

1 Resposta

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE