As principais Demonstrações Financeiras das Empresas

As demonstrações financeiras

Apresentam um grau elevado de importância para os principais interessados na informação financeira (accionistas, sócios, investidores, clientes, fornecedores, funcionários, instituições bancárias, o próprio estado, entre outros) é através destas que é possível obter informação sobre as actividades desenvolvidas nas empresas.

Actualmente o sistema utilizado em Portugal  desde 2009 pela aplicação do SNC – Sistema de Normalização Contabilística, obriga as empresas a terem a informação financeira espelhada em 3 demonstrações financeiras:

O Balanço,

é a demonstração financeira que apresenta o valor patrimonial da empresa em determinado momento. Digamos que é uma “fotografia” à empresa, onde é possível quantificar os activos (bens e direitos) e os passivos (dívidas e obrigações).

As empresas estão obrigadas a apresentar o Balanço Final do exercício económico a 31 de Dezembro de cada ano. Nesta data apuram-se as variações ocorridas no património das empresas, comparando o Balanço inicial e o Balanço final de exercício, que resultará em aumento de património via lucro, ou diminuição de património via prejuízo.

Demonstração de Resultados,

é a demonstração financeira apresentada num modelo que permite identificar as receitas e os gastos agrupados pela sua natureza que ocorreram durante um exercício económico (de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro). A confrontação das receitas com os gastos permite o apuramento do resultado do exercício, o lucro ou prejuízo.

Anualmente existe a obrigação de as empresas enviarem electronicamente a informação empresarial simplificada (IES), que consiste no envio das demonstração financeiras e informação estatística a diversas entidades públicas.

Exemplo de Modelo da Demonstração dos Resultados por funções

RUBRICAS NOTAS   2014 2013
Vendas e Serviços Prestados +    175.000 €    115.000 €
Custo das Vendas e dos Serviços Prestados    108.000 €      74.000 €
RESULTADO BRUTO =      67.000 €      41.000 €
Outros Rendimentos +                 – €                 – €
Gastos de Distribuição      35.000 €      25.000 €
Gastos Administrativos      13.200 €      12.000 €
Gastos de Investigação e Desenvolvimento            500 €                 – €
Outros Gastos            380 €                 – €
RESULTADO OPERACIONAL (antes de gastos de Financiamento e Impostos) =      17.920 €        4.000 €
Gastos de Financiamento (líquidos)        7.700 €        2.400 €
RESULTADOS ANTES de IMPOSTOS =      10.220 €        1.600 €
Imposto sobre o rendimento do período        2.555 €            400 €
RESULTADO LÍQUIDO do PERIODO =        7.665 €        1.200 €

O Anexo

ao Balanço e Demonstração de Resultados, relata de forma detalhada informações relevantes para a compreensão das ocorrências/variações e os princípios que foram utilizados para a preparação das contas do Balanço e da Demonstração de Resultados.

Na elaboração do presente artigo foi utilizada uma linguagem simples, e evitados termos técnicos e complexos que poderiam condicionar a percepção do tema para alguns leitores.

Se gostou do artigo, partilhe nas redes sociais utilizando os botões que vai encontrar mais abaixo e subscreva de forma grátis novos artigos. Em caso  de dúvidas coloque a sua questão nos comentários abaixo.

Encontra mais artigos sobre GESTÃO, NEGÓCIOS e CRIAÇÃO DE EMPRESAS no site.

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.