4 pontos fortes para gerir uma empresa.

Actualizado em

O tecido empresarial português é constituído por um grande número de pequenas empresas, que maioritariamente tiveram origem no saber fazer do proprietário da empresa. Contudo, é necessário haver a percepção por parte do tecido empresarial que é fundamental definir estratégias de crescimento sustentável na organização para a sua sobrevivência.

O principal papel do gestor é de uma forma harmoniosa gerir os recursos disponíveis, definir estratégias, analisar resultados, gerir/controlar os fluxos financeiros da empresa, e envolver  os recursos humanos disponíveis no projecto da empresa.

4 pontos fortes para gerir uma empresa:

Definir Estratégias e Controlar Resultados

É muito importante ter uma estratégia bem definida, clara, com objectivos devidamente quantificados e prazos para a sua execução, é imprescindível o acompanhamento periódico aos resultados obtidos, só assim é possível criar um estado de evolução dentro das empresas.

Acontece muitas vezes nas empresas a estratégia ser só assunto da gestão de topo, do meu ponto de vista a estratégia deve ser comunicada a toda a estrutura hierárquica embora a forma de o fazer possa ser diferente. É essencial existir uma boa comunicação dentro das organizações.

Acompanhamento constante de Fluxos Financeiros

De que vale ter uma empresa /organização devidamente preparada para obter resultado se depois os fluxos financeiros não são correctamente controlados, isto acontece muitas vezes nas empresa, e para evitar dissabores deverá existir um ou vários responsáveis por garantir uma boa gestão financeira, evitando desequilíbrios perigosos que podem levar uma empresa à insolvência.

Existem dados que indicam que a maioria das insolvências ocorrem porque ouve má gestão de fluxos financeiros, e raramente porque as empresas são economicamente inviáveis, portanto é uma área na empresa extremamente importante.

Recomendo a leitura dos seguintes artigos que ajudam no plano de gestão de fluxos financeiros: Gestão de Tesouraria em Excel e Gestão de Pagamentos em Excel.

Foco na Gestão de Pessoas

Outro ponto importante, talvez o mais importante, é o relacionado com o ser humano, uma empresa é constituída por pessoas e sem pessoas não há empresas.

O Gestor de empresas espera dos seus colaborados o máximo de rentabilidade e para isso tem de criar um ambiente profissional e saudável com as condições necessárias para que as pessoas se sintam envolvidas no projecto e estratégia da empresa, motivadas, e compensadas pelo seu esforço e trabalho.

Foco na Gestão de Recursos

Os recursos disponíveis na empresa devem ser geridos de forma a ter o maior retorno possível, a optimização de recursos vai permitir às empresas óptimos índices de eficiência.

O Gestor deve reflectir sobre a estrutura produtiva existente e analisar a possibilidade de anular e corrigir gastos desnecessários, é muito frequente nas pequenas empresas ocorrerem pequenos gastos mensais desnecessários que no final do exercício acabam por ter uma representação significativa na estrutura de custos.

São casos frequentes de encontrar nas empresas: seguros desenquadrados da realidade da empresa, ineficiência energética,  contratação de comunicações caras ou desajustadas com a necessidade da empresa, entre outros facilmente inumeráveis e abordados  no artigo  como criar valor nas empresas.

Partilhe informação útil !

Receba novos Artigos no seu e-mail

Colocar email

Tire as suas dúvidas e partilhe nas redes sociais.